"Quanta delicadeza nos é pedida face à dor de outrem!"


Amigos do Vatican News, últimos dias de um ano conturbado. E a mensagem de hoje do Papa Francisco fala de empatia - algo que o Pontífice nos pede com muita frequência, com mais intensidade nestes momentos de crise que estamos vivendo. Eis o seu comentário ao Evangelho:


Esta rejeição de Raquel que não quer ser consolada ensina-nos também quanta delicadeza nos é pedida face à dor de outrem. 


Para falar de esperança a quem está desesperado, é necessário compartilhar o seu desespero; para enxugar uma lágrima do rosto de quem sofre, é preciso unir ao seu o nosso pranto. 


Somente assim as nossas palavras podem ser realmente capazes de dar um pouco de esperança. E se não posso proferir palavras assim, com o pranto, com a dor, é melhor o silêncio, a carícia, o gesto, sem palavras. (Audiência Geral, janeiro de 2017)


Fonte. Vatican News. 

Deixe seu Comentário